terça-feira, 2 de outubro de 2012

No agito, eu paro!

Ontem de noite.
Enquanto a cidade agita, eu fico no meu maior refúgio do meu silêncio, em casa, na paz, deitada, fazendo o que gosto, escrever. Filhos adormecidos, casa tranquila, silêncio absoluto, eu recarrego minhas energias, eu penso melhor, escrevo e reescrevo, leio e releio. 
Me perfumo, para me sentir presente. 
Penso no dia que passou, de quantas pedrinhas eu juntei, de quantas plantinhas eu reguei, quantas vezes eu lançei os olhares para o céu afim de certificar se havia passarinhos e borboletas.
Conversas diárias, receita anotada, me programo para o dia que virá.
Olhei nos olhos, ouvi, falei e ainda tem coisas que, incompreendi. 
No agito da cidade eu fujo, me escondo.

 Será que é mistério astrológico ou é a abuso de politicagem... 

50 things to do at Christmas time! Really great ideas for new family traditions!
 pinterest

beijos,
 que passe essa semana rapidinho, clamo pela a paz da minha cidade! 

Beijos de café com leite!
 

3 comentários:

  1. Voce escreve... poesia, romance? Adoro.

    ResponderExcluir
  2. O pensamento de hitória da romance para maravilhosa estão saudade muito é sonho demais linda!!! Bjs!!!

    ResponderExcluir
  3. Amore...eu tb clamo que passe logo.
    Meu irmão candidato...muito desgaste.

    Beijokas
    PK

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos, obrigada pelo seu singelo comentário.