domingo, 9 de setembro de 2012

Pensei..pensei!

Pensei muito como começar escrever, depois de uns dias dificeis, de como explicar a complicada fase e dura, minha tia esta piorando aos poucos. Com o cancer esta maltratando seus outros orgãos. É dificil aceitar o que há de vir. Morte é uma palavra complexa, cheia de neuras, cheias de medos, cheios de mistérios. 
Me sinto pessima, não consigo lidar com mortes e muito menos com sofrimentos.
Meu marido diz que será um alivio para ela, em termos espiritas.
apesar das dores que ela sente..
ela precisa do carinho da família, que se disponibilizou visitas diárias, com direitos a choros, carinhos e palavras de despedidas.
Drs. disseram que a situação estava estável, que a opção dela foi ficar na uti, porque não sentia dores, e os cuidados com os médicos são constantes.
Opção dela foi aceita.
E a saudades estão incessantes, desde que ela se internou.
Minha tia é dura na queda, é forte e guerreira, não chora, e tem palavras de carinhos de sobra.
Está super lucida e sabendo do que pode acontecer.
Também é dificil aceitar, é dificil se conformar, porque é só o tempo que vai cicatrizar.
 Continuo firme e forte, com orações, palavras de fé.
Quem sabe, esperança é a ultima que morre.

beijos!


3 comentários:

  1. Oi Dani querida,
    Para o sol nascer, a lua tem que ir embora. Já passei por isso com minha mãe, que se foi de repente em uma semana. Faz seis anos, e nunca mais fui a mesma Paula. Todo mundo me fala que eu atrapalho a evolução espiritual dela, mas realmente é mais forte que eu.
    A única coisa que me conforta, é pensar que uns vão para outros viresm....é assim que funciona a gente aceitando , ou não.
    Vamos escolher então, não brigarmos com as leis da vida.

    beijokas, linda
    Paula Kasas

    ResponderExcluir
  2. Dani,
    o que me conforta nessas horas é saber que Deus está no comando de tudo.
    Fique calma, ore bastante!

    Abraços,
    Carol
    www.umblogsimples.com

    ResponderExcluir
  3. Dani, para Deus nada é impossível. Continuem em orações e se apeguem a fé. Força para a família! beijos.

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos, obrigada pelo seu singelo comentário.