sábado, 19 de maio de 2012

Amadurecendo!



"Aceitar certos limites para as nossas vontades é sinal de maturidade, não de resignação e conformismo. É sinal de força, não de fraqueza.”
Flávio Gikovate

O tempo passa para todos, as amizades verdadeiras permanecem, sem que o tempo consiga dissolve-la, eu fiquei pensativa e reflexiva, notei o quanto eu mudei, notei o quanto eu me expus a certas pessoas, e me prejudiquei, mas o que eu aprendi foi, que eu me tornei uma pessoa melhor, me tornei um alguém com vontade própria sem se preocupar com as opiniões alheias, e sem tempo para ver a vida dos outros.
Se um alguém me ofende, ou me machuca, sabe o que acontece, esse alguém vai ficar sem respostas, sinceramente não tenho tempo de formular a resposta... 
E é mais ou menos assim, eu sou eu e você é você..
Eu percebo que eu preciso de liberdade, viver as estranhezas e a diversidades da vida, e eu estou procurando viver aquilo que está no meu redor, fui julgada por dizer "sim" por dizer "não", como por falar se "aceito ouvir" ou se "não ouvir" a opinião, não procuro saber o que falam de mim, porque eu sei que sou livre e procuro agir de forma coerente, claro que respeito as pessoas alheias, esquecendo o que passou, aprendi a ter orgulho, porque antes eu não tinha, mas é aquele orgulho adquirido pela a experiencia da vida, e eu tenho certeza que tenho equilíbrio dos meus direitos.
Somos loucos, originais, criativas e livres.  
Tenho de sobra aqui no coração é amor e solidariedade.
Talvez seja incoerente na vida, eu não poder levantar a bandeira das minhas escolhas, de ser livre.. fazemos diferentes papéis na vida, cabe a nós aceitarmos ou não as opiniões!




Pinned Image
pinterest




beijos maduros!

Um comentário:

  1. Pois é Dani. Eu penso q já q n podemos agradar a todos mesmo, que agrademos ao menos a nós mesmos, né?
    Vamos começar NOS fazendo bem, NOS amando, que assim, a gente ama aos outros de forma mais madura.

    Beijo!

    Rebeca
    xoxo

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos, obrigada pelo seu singelo comentário.