terça-feira, 12 de abril de 2011

Ser Mãe.

Fui Mãe aos 19 anos, e aos 24 anos; Nasceu Ana Clara hoje tem 5 anos e o Benício hoje tem 5 meses. Ser Mãe Surda não é difícil. É difícil ser mãe, difícil é criar neste mundo violento.

Nasci surda, minha mãe teve rúbeola quando estava com 3 meses de gestação, o que afetou a minha audição. Desde pequena todos me tratam "normalmente", fiz fono para desenvolver a fala, uso uma protese auditiva por opção, e sei a Linguagem de Sinais para me comunicar com pessoas surdas como eu. Sou Bilingue. Tenho o privilegio de falar e "ouvir" e de ficar no silêncio. Estudei a vida toda em colégio "normal" na verdade praticando a inclusão aprendi muito e sei que meus colegas de convivência aprenderam muito comigo. Claro dificuldade muitas se passaram e passam em minha vida, mas o que a gente faz?! Supera.

A minha d'Eficiência auditiva, o grau é moderada a profunda que caracteriza ausência total dos sons, nos dois ouvidos, com uso de protese auditiva e tratamento com fono me ajudou a desenvolver a fala, hoje tenho estrutura para poder ouvir em telefones, campainhas, alarmes, a minha dificuldade é identificar onde é que estão vindo os barulhos, a que lado estão fazendo tais sons.
E a razão de viver hoje são os meus filhos. Que me tratam com naturalidade que tentam me entender, conversam comigo. Há muitas conversas olho-no-olho, brincadeiras, momentos sérios.. enfim uma Família unida e feliz.


"As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido."
Fernando Pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sejam bem-vindos, obrigada pelo seu singelo comentário.